A essência da mudança

O mundo à nossa volta caracteriza-se pela sua grande diversidade. A vida é feita de escolhas e o mercado oferece toda a espécie de brinquedos para satisfazer o gosto mais requintado. Mas as pessoas, são elas assim tão diferentes umas das outras?

Se calhar, as pessoas fazem o que fazem, em primeiro lugar, para assegurar a sua sobrevivência. Em segundo lugar, talvez uma grande parte delas, para mostrar a si mesmas que são O.K. É inacreditável o que, tantas vezes, tanta gente é capaz de sofrer para ter “sucesso”, quer dizer, para demonstrar a si-mesma e aos outros que valem alguma coisa: às vezes 10 horas por dia de trabalho forçado, fabricarem bebés e suportarem anos de privação ao seu serviço, cargos políticos, liderança de empresas, etc..

Tudo o que as pessoas fazem tem uma intenção positiva. Por detrás de todas as intenções, a maioria têm, possivelmente, necessidade de atenção e afecto.
A atenção e o afecto são, em si-mesmas talvez, um surrogato para o essencial: Paz interior, preenchimento, Significado, ou qualquer outro termo que exprima um destes Estados Essenciais.

Qualquer mudança, seja com PNL ou com outra metodologia qualquer, só terá verdadeiro sucesso se se encontrarem formas mais funcionais para as pessoas realizarem o que, no fundo, as move.
Tem sentido?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *