Em tempos de crise como transformar…

Como? Utilizando algo que todo o mundo tem à sua disposição, sempre, gratuitamente.

Ainda mais: o não utilizar esta competência natural, é, se calhar, a causa da seriedade, crenças obsoletas sobre conceitos de realidade, pontos de vista, inflexibilidade, “burrice” até…

A melhor terapia do mundo é o humor. O humor é o que há de melhor que o nosso corpo quimicamente pode naturalmente produzir para aprender de forma efectiva o que é essencial aprender na vida e para não levar a sério muita cultura que, desde pequenos, nos querem fazer crer que é coisa séria. Não foi só a papa que entrou cá para dentro, foi também o turbilhão de crenças limitadoras sobre nós e o mundo.

Injustamente, quando se fala dos grandes terapeutas inspiradores da PNL ( Pearls, Satir, Erickson), dá-se muito pouca atenção a Frank Farrelly (http://www.provocativetherapy.com) que, talvez de forma mais indirecta, influenciou Bandler e Grinder na invenção da PNL. Mas PNL, não é PNL, no meu entender, sem uma grande dose de humor. Só assim se pode verdadeiramente tornar claro o que significa: “o mapa não é o território!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *