Comportamento e condições de vida

A simplicidade dum mecanismo aparentemente difícil
Nem sempre nos lembramos:
É que não são as circustâncias que determinam a nossa vida.
São sim as convicções, os nossos valores, pensamentos e idéias que determinam o comportamento e as condições da nossa vida.

Não é a aranha, o rato, a cobra que causa a fobia. É a idéia que se tem do rato, da serpente, ou da cobra.

Não é o mundo que que determina a minha existência no dia a dia. É a minha vivência do mundo que determina a minha reacção. E a determinante na minha vivência e reacção é a ideia que me fiz do mundo.

A transformação da minha percepção e vivência do mundo e das circunstâncias que inevitavelmente estou sempre criando, equivale à transformação das idéias que tenho sobre o mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *