Conhecendo-se melhor (1)

O que faço? Quem sou? O que ando cá a fazer?

Pode Imaginar-se num lugar aprazível e sossegado rodeado/a pelas pessoas que conhece, pelos contextos em que se move, cercado/a pela sua família, relações, colegas de trabalho?
Sentir-se como você se move, agindo como você age no seu mundo, vendo, ouvindo, reagindo?
Pode considerar agora quais são as suas capacidades, qualidades, habilidades, talentos, competências?
E considerar as suas crenças sobre o que é capaz e sobre quem você é e quais são os valores e significados mais importantes para si na vida?
Concentrando-se no seu corpo pode sentir quem você é realmente, qual é a sensação que tem de si e o que está desempenhando no mundo?
Qual é o seu significado último, a sua razão de existir e a sua contribuição no quadro da família, do trabalho, da comunidade, do planeta, do cosmos?

Estas perguntas referem-se aos níveis (neuro)lógicos de comunicação e constituem um dos modelos mais usados atualmente na Programação NeuroLinguística.

Leia também: Conhecendo-se melhor 2Conhecendo-se melhor 3

Pode ler mais sobre o modelo ao clicar: NÍVEIS NEUROLÓGICOS

3 comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *