Curando aspectos “sombrios” de nós

Curando aspectos “sombrios” de nós

  1. Procure um aspecto de si de que não gosta (preguiça, teimosia, perfeccionismo, timidez, controlo, insegurança, etc.)
  2. Pergunte-se: qual será a intenção positiva que um destes aspectos sombrios de si quer realizar, através deste comportamento (não funcional)?
  3. Possivelmente, por detrás destas intenções positivas (segurança, atenção, evitar falhas, afirmação, respeito, etc.), há ainda significados superiores ainda mais positivos.
  4. Concentre-se num aspecto positivo de intenção superior e pergunte-se, veja, sinta, se há uma cor, um som, uma representação simbólica, uma sensação específica…
  5. Envolva-se nessa cor, sensação, som que representa a intenção positiva do comportamento. Respire tudo isso. Envolva.se nisso.
  6. De posse desta nova sensação, observe agora o aspecto de si de que não gostava, envolva-o nesta representação.
  7. Observe-se agora. Que novas perspectivas surgem? Que aprende desta nova perspectiva que ainda não tinha percebido? Que novas noções tira desta experiência? Como é que esta experiência vai influenciar de forma positiva todo o seu futuro e como contribui para o seu crescimento espiritual?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *