De quando os filtros se ausentaram por um momento…

As palavras “tu” e “eu” separam: esta divisão não existia naquele estranho silêncio e naquela serenidade.

E quando olhámos através da janela, espaço e tempo pareciam ter desaparecido; e o espaço que divide deixou de ter realidade.

Aquelas folhas, aquele eucalipto e o azul brilhante da água não eram diferentes de nós.

 J. Krishnamurti

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *