Eu, o outro e a metáfora

Encontrar o outro é rever-se na sua metáfora.

Para isso é preciso estar aberto – ver o que o outro vê, ouvir o que o outro ouve, sentir o que o outro sente…

No bosque as árvores crescem e à medida que crescem as raízes tornam-se fortes. Nós não vemos as raízes, mas elas aproximam-se cada vez mais e mais umas das outras…

e por fim, abraçam-se.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *