Mundos interiores

Ao habitarmos dentro de nós mesmos por períodos mais longos, acabamos por saber algo sobre a pobreza de estar sempre a olhar para fora de nós à procura da felicidade, da compreensão e da sabedoria. Não é que Deus, o nosso meio ambiente e as outras pessoas não nos possam ajudar a ser felizes ou a encontrar a satisfação. A questão é que a nossa felicidade, a nossa satisfação e a nossa compreensão, mesmo de Deus, não será mais profunda que a nossa capacidade de nos conhecermos interiormente, encontrar o mundo exterior a partir do conforto íntimo que advém de nos sentirmos em casa na nossa própria pele, a partir de uma familiaridade íntima com os caminhos do nosso próprio corpo e espírito.

Prof. Dr. Jon Kabat-Zinn (director da Stress Reduction Clinic no Centro Médico da Universidade de Massachusetts, Professor associado ao departamento de medicina preventiva e comportamental)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *