O dirigente da orquestra

O maestro lidera um grupo de músicos. Podem ser 10, podem ser 100. Cada instrumento tem o seu próprio caráter. E também cada músico tem as suas próprias ideias sobre música. E o que faz o maestro para conseguir um todo harmonioso? Claro que possui uma visão própria sobre a música e como a composição deve ser tocada. Só após uma “relação”que está para além de todos os condicionalismos, só quando ele faz a ligação entre o seu “cerne” e o “cerne” de cada músico, só então se calam as diferenças e tudo contribui para que a composição se torne uma obra “divina”. Em PNL chamamos “partes” aos diversos músicos dentro de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *