O que é a essência da PNL?

PNL não tem nada a ver no meu entender com o possuir dum diploma reconhecido internacionalmente e que obedece às normas dum ou doutro guru tornado instituto internacional.

PNL é uma atitude de curiosidade, descoberta, experiência corporal, realização criativa de significado de vida, tornar conscientes processos inconscientes ao serviço da realização de SIGNIFICADOS pessoais e universais. E aplicar esse conhecimento para a realização, não do TER, mas do SER!

PNL é desmistificação.
PNL é “des-teatralização”.

PNL não é copiar o que os outros já realizam com sucesso. PNL é ultrapassar de forma criativa tudo o que existe. As pessoas esquecem facilmente que PNL é modelagem do sucesso e que sucesso é indissociável de ecologia e SER!
Modelagem é olhar para os outros para se descobrir a si próprio. É esse, no meu entender, o único fim da modelagem, a essência da PNL.

PNL é utilizar todas as experiências, descobertas, filosofias, tecnologias do mundo, modelá-las (tirar-lhes a palha) e pô-las ao serviço do nosso processo de auto-contínua criação.
PNL é pois o caminho infinito de descoberta e desdobrar do Ser baseado na auto-investigação da rotina e libertação do condicionamento da tóxico-dependência dessa mesma rotina.

PNL não substitui nenhuma das metodologias existentes de desenvolvimento pessoal. PNL investiga-as, tira-lhes toda a palha metafísica e oferece-as ao mundo.

O verdadeiro espírito da PNL já há muito que no meu entender deixou de ter direitos de autor.

PNL é a tomada consciente do controle do autocarro da vida, o controle das técnicas actualmente disponíveis para isso, tendo como fim a realização do que cada um considera como o mais SIGNIFICATIVO na sua existência cósmica!
E… descoberta! E… criação! E… descoberta! E… criação…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *