Observar

“O primeiro acto dum mestre é introduzir a ideia de que o mundo que pensamos ver é apenas uma maneira de observar, uma descrição do mundo. Todo o esforço do mestre tem como fim mostrar isso ao aluno.

Ora aceitar isto parece ser uma das coisas mais difíceis de fazer; vivemos satisfeitos acondicionados numa determinada visão do mundo que nos obriga a agir e a sentir como se soubéssemos tudo sobre o mundo.

O mestre tem como fim desde o primeiro momento pôr fim a esta maneira de observar as coisas. Os mágicos chamam a isto acabar com o diálogo interior e estão convencidos que esta é a técnica mais importante que os aprendizes podem aprender.”

Carlos Castaneda, Tales of Power

Citado por R. Bandler & J. Grinder em “Paterns of the hypnotic techniques of Milton Ericson” Volume 1  

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *