PNL e Mindfulness

A Programação NeuroLinguística (PNL) ajuda-nos na compreensão da estrutura do funcionamento da mente. Oferece-nos modelos para entendermos o nosso mapa do mundo (como construímos de forma imaginária a nossa história e como reagimos ao mundo, na forma de piloto automático). Dá-nos ferramentas para podermos aumentar a eficácia pessoal utilizando o conhecimento das estruturas desta nossa experiência subjectiva.

Estas ferramentas funcionam, desde que tenhamos em conta a dinâmica de todo o sistema, a ecologia, contornemos as resistências naturais daquilo que em PNL se chama a mente consciente, e encontremos uma forma mais suave de lidarmos connosco, com maior compreensão, desistindo directamente de lutas internas. É o automatismo no funcionamento da mente que está na origem do desconforto interior e constitui o grande impedimento para uma mudança saudável.

Mindfulness (baseada nos trabalhos do Dr. Jon Kabat-Zinn, professor de Medicina na escola médica da Universidade de Massachusetts) é, cada vez mais, aplicada nas terapias da psicologia cognitiva (ACT e MBCT). Consta de exercícios formais e não formais de atenção plena no momento actual e sem julgamento.

O objectivo é ajudar-nos a libertarmo-nos do nosso piloto automático (resultado do nosso mapa do mundo, das lembranças do passado e dos pensamentos sobre o futuro), paradoxalmente, não através da sua neutralização directa, sim através duma observação e aceitação sem julgamentos.

Mindfulness, de inspiração budista, facilita-nos a aceitação e vivência plena do aqui e agora. A partir daí há maior flexibilidade. Com a paragem da resposta automática, oferece-se-nos uma abertura a novas possibilidades de acção e desfrute da vida. Talvez possa ser um dos mais valiosos complementos de uma PNL,” a caminho do cerne e a partir do cerne”, na realização de uma vida cada vez mais significativa.

Mas há mais. A partir de uma focalização no aqui e agora, sem a interpretação automática que é o resultado da história pessoal e dos desejos para o futuro, está aberto o caminho para a libertação de recursos interiores fabulosos.

Em PNL, os recursos espirituais são reconhecidos, como estando a um nível de organização superior, orientando e dando sentido às camadas inferiores de consciência. A PNL possui já, há muito, técnicas para trabalhar com esses recursos espirituais, e diversas meditações tradicionais podem facilmente ser modeladas e integradas no processo de mudança e auto-realização

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *