Pressupostos da PNL

Em cada livro e instituto de PNL encontramos um conjunto de pressupostos que formam a base da PNL e estão por detrás das técnicas empregues. Às vezes encontramos 5 pressupostos, às vezes 10 ou 20.

Os que se seguem são os pressupostos da PNL adoptados por mim (instituto PNL-José Figueira) e por NTI-NLP (instituto Holandês) em todos os cursos que dou.

Estes pressupostos foram os escolhidos por Tad James e The American Board of Neuro-Linguistic Programming como sendo as convicções básicas sem as quais nada em PNL pode funcionar.

1. Respeite o modelo do mundo de cada pessoa
2. O significado da comunicação é a resposta que se obtém
3. Corpo e mente influenciam-se um ao outro
4. O mapa não é o território (as palavras que empregamos não são os acontecimentos ou assuntos que representam)
5. A informação mais importante sobre alguém é o seu comportamento
6. O comportamento é transformável e o comportamento actual é a melhor escolha que se tem no momento
7. O comportamento de alguém não é a pessoa (aceite a pessoa, transforme o comportamento)
8. As pessoas têm todos os recursos de que necessitam para ter sucesso (não há pessoas sem recursos, há pessoas que não empregam os seus recursos)
9. Sou o dono da minha mente e portanto dos meus resultados
10. O sistema (a pessoa) com o comportamento mais flexível dominará o sistema
11. Errar não existe, só existe feeback
12. Resistência num cliente é sinal de falta de rapport (harmonia). Não há clientes de má vontade, há sim comunicadores inflexíveis
13. Todos os procedimentos devem ter como fim aumentar as possibilidades de escolha
14. Todo o comportamento e toda a transformação devem ser avaliados em termos de contexto e ecologia
15. Tudo tende novamente para a união e para que se torne uma totalidade em nós

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *