Pressupostos essenciais da PNL

Em praticamente todos os livros e cursos de PNL que se preze encontramos, na base, não as técnicas, mas os axiomas como fundamento da PNL. Sem a aceitação desse pressupostos, a PNL não funciona.
Às vezes são 30, outras vezes 15, varia. No fundo poderíamos escrever toda a PNL em termos de pressupostos (pois segundo a PNL não existe VERDADE).
Mas quais são os fundamentais? Os axiomas por detrás dos axiomas, os quais se não forem respeitados, nada na metodologia pode funcionar?
Podem encontrar no meu site uns 27 princípios  (http://www.pnl-portugal.com/revista/pressupostos-da-pnl/) e aqui vão 8 princípios básicos que, segundo alguns centros oficias ligados a Bandler, foram os definidos por Bandler e Grinder (os autores que, eles mesmos, até há uns tempos atrás, se consideravam como sendo os únicos pais oficiais do método):

1. A transformação do processo da nossa experiência é muitas vezes mais relevante do que querer transformar o conteúdo
2. O significado da comunicação é a resposta que se obtém
3. É através dos sentidos visuais, auditivos, cinestésicos, olfativos e gustativos que as pessoas estão em estado de fazer diferenciações no seu meio ambiente e nos seus comportamentos
4. Cada indivíduo tem os recursos necessários para pôr em ação a mudança
5. O mapa não é o território
6. Não se duvida das caraterísticas positivas de caráter do individuo enquanto se pode duvidar do valor do comportamento interno e externo e se este é adequado
7. O resultado do comportamento é uma prestação independentemente do fato se esse é o objetivo ou não, é o que se refere ao tema do falhanço versus feedback
8. Há sempre uma intenção positiva que motiva qualquer comportamento e cada comportamento é valioso dentre de um determinado contexto
9. As pessoas que comunicam de forma efetiva usam cada palavra e gesto do outro que lhes sobressai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *