Treino Mental no Desporto

A Programação NeuroLinguística ao serviço do desporto

No desporto de alta competição, muitas vezes a diferença entre quem está na posição número um e quem ocupa os lugares seguintes é muito ténue, sendo a forma como utilizam a mente que poderá marcar a sua história e criar uma nova lenda.

Costumo dizer que há profissões e profissões e há desportos e desportos, onde o resultado da nossa ação pode ter impactos completamente distintos.

Num desporto colectivo e de longa duração, como por exemplo o futebol, o atleta pode passar por vários estados emocionais e, mesmo assim, o balanço geral do seu desempenho ser positivo.

Num desporto individual, e de curta duração, como por exemplo a ginástica, na trave ou nas argolas, os atletas dispõem apenas de alguns segundos para mostrar o que valem. Uma queda numa acrobacia, que demorou meses, ou até anos, a treinar para ser exibida e cotada numa determinada prova, pode pôr tudo em causa num único segundo…

No desporto de alta competição, o sucesso vem do talento, do empenho e do controlo sobre a mente (capacidade de gerir crenças, motivar-se e atuar sob pressão).

Segundo Timothy Galway – pioneiro no mundo da psicologia aplicada ao desporto, com o tema The Inner Game of Tennis, “um jogador enfrenta dois jogos em simultâneo: o jogo que se processa no campo e o jogo que ocorre na mente do atleta”, e que cria um diálogo, por vezes, ensurdecedor.

A construção mental que fazemos (em PNL – representação interna) influenciará a resposta do nosso corpo. As representações internas criam um estado, sensações e emoções, e são estas sensações e emoções que determinam em grande parte o sucesso e o fracasso.

O interesse no funcionamento da mente e a aplicação na prestação do desporto tem vindo a crescer e a PNL, também definida como a ciência e a arte da “modelagem da excelência”, vai contribuindo cada vez mais.

Através da modelagem, John Grinder, co-autor da PNL, aprendia um novo desporto de 6 em 6 meses.

Não é por acaso que estão a tentar modelar o Cristiano Ronaldo.

O que faz a diferença entre os que tem êxito dos que não têm?

Neste caso, há talento, demonstrado com testes científicos relacionados com a sua estrutura física. As suas características potenciam as suas habilidades, no entanto, o talento só foi conseguido através do seu árduo empenho nos treinos. Como diz José Mourinho “Um jogador só pode jogar no limite se treinar no limite… o jogo é o espelho de um treino. Quanto maior for a determinação no treino, maior é a determinação no jogo.”

Agora um atleta pode ter tudo isto mas…estar num estado sem recursos, ou seja, com medo, falta de confiança, ansiedade…

Em 2012, tive o privilégio de estar em sala dois dias com Emma James, campeã mundial de powerlifiting e trainer de PNL, e escutar algumas das suas histórias. Uma vez ela estava a olhar para a barra de pesos e a mesma parecia ter um peso extraordinário, apenas visualizava algo extremamente pesado e forte. Com esta representação, o insucesso seria praticamente garantido.

A boa notícia é que com a PNL podemos construir a representação interna adequada a cada situação.

ALGUMAS APLICAÇÕES PRÁTICAS DE PNL

Técnicas de visualização

A associação com os passos detalhados da atividade em causa cria um estado que ativa os neurotransmissores que depois alimentam a fisiologia e tornam o desempenho pretendido alcançável.

Um soldado americano, o Coronel George Hall, esteve preso em cativeiro durante alguns anos no Vietnam.

As condições em que se encontrava limitavam a condição física e impossibilitavam a prática do seu desporto favorito, o golfe.

Para ocupar o seu tempo e manter alguma “sanidade mental”, durante os, cerca de, 5 anos e meio de cativeiro, jogou diariamente uma ronda de golfe na sua mente.

Encontrava-se quase sempre sozinho numa cela de 2,5 por 2,5 m.

Antes da viagem para o Vietnam tinha um handicap de 4.

Quando regressou, 5 anos e meio depois, os amigos desafiaram-no para jogar uma partida de golfe.

Para surpresa de todos e apesar da sua debilidade física, manteve o seu handicap original!

Estupefactos como ocorrido e referenciando que há mais de cinco anos que não jogava, ele respondeu-lhes “eu joguei mentalmente todos os dias no decorrer desse período de tempo e conhecia cada pedaço de erva, cada bunker e cada jogada que havia feito”

Fonte: Excelencia Deportiva, Ted Garret

Ancoragem

Processo pelo qual um estímulo fica conectado neurologicamente a um estado emocional, como se fosse um botão mágico.

É uma forma de mobilizar os estados emocionais desejados quando precisarmos deles…

Uma âncora pode ocorrer naturalmente ou pode ser criada intencionalmente.

Quando eu era ginasta, sem saber, tinha uma âncora natural. Antes de iniciar a corrida para o trampolim ou tapete, dava sempre um saltinho. Esse saltinho estava conectado a momentos em que os exercícios foram executados com sucesso e, automaticamente, colocava-me em estado de confiança e energia.

Imaginem o que podemos fazer intencionalmente!…

 

Estado emocional certo – Disciplina e Focalização

O estado de presença é fundamental, estar presente no aqui e agora, completamente centrado e conectado com o seu cerne, com o significado do seu empenho.

Novak Djokovic, é um exemplo disto mesmo. O número um do ténis mundial, pratica mindfulness desde 2011 e, desde então, tem-se revelado o jogador com maior capacidade de recuperação. Num jogo alucinante contra Roger Federer, em que esteve prestes a perder, recuperou e ganhou o jogo com recurso a visualizações positivas e mindfulness.

Mindfulness, facilita-nos a aceitação e vivência plena do aqui e agora. Deste modo, não há lugar a julgamentos ou a diálogos internos destrutivos, permitindo a libertação dos melhores recursos internos.

Conclusão

No desporto como em qualquer outra realidade da vida, não basta ter talento e ser empenhado, é necessário ter o estado emocional certo – Mente confiante, Corpo confiante!

A aplicação de técnicas PNL é rápida e eficaz, permitem-nos conhecer as metas, os valores e as convicções, bem como ativar os recursos para o sucesso.

Artigo de Maria Manuel Mendes

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *