Um modelo de comunicação em PNL

Trata-se da impossibilidade de conhecer o mundo
Somos nós que criamos a nossa representação de nós e do mundo
Sentimos e agimos como resultado directo da nossa imaginação e não directamente aos estímulos do mundo

Fantástico!

Isso abre-nos a possibilidade a sentirmo-nos então felizes quando quisermos porque somos só nós que fabricamos a felicidade.
Podemos transformar o mundo para melhor porque o que fazemos é o resultado das nossas sensações e das nossas representações internas e só nós somos responsáveis por elas.

O outro lado da moeda ao consciencializarmo-nos do funcionamento da mente: – não podemos mais deitar as culpas aos outros!
Pode não ser fácil no começo, é que não estamos habituados a pensar assim.
Mas a pouco e pouco e pouco “viciamo-nos” no caminho das inúmeras possibilidades

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *