Um “presente” vindo do mundo à sua volta

Hoje, uma técnica mais rebuscada que utiliza um presente súbito vindo do mundo à sua volta, empregue aqui como recurso para resolução de problemas.
Oferecido por Konfuzzious publications, Haarlem, Holanda, para leitores do livro Conversations de Bandler e Fritzpatrick. Tradução da técnica: J.F.)

1. Um filtro consciente
Torne-se consciente do que o preocupa e formule uma pergunta ou objectivo. Vai utilizar o consciente com o fim de direccionar o processo inconsciente para o orientar no que o ocupa neste momento.

2. O estado-zero
Crie “vazio” dentro de si de modo a entrar num estado de assombro:
– “Olha e não vê”, uma visão periférica.
– “Ouve e não ouve”, há silêncio dentro de si.
– “Sente e não sente”, uma sensação confortável, o equilíbrio entre tensão e relaxo.

3. Encontro com um símbolo
Dê um passeio neste estado-zero. Volte a este estado-zero de abertura sempre que a sua atenção se desviar e se se dirigir a algo em particular. Após uns 10 minutos, de repente, algo significativo vai chamar a sua atenção, algo que vê (uma forma, um objecto), ou algo que ouve (um som, uma palavra), ou algo que sente (tropeça, sente o vento). Reconhece-o por que se oferece a si, em lugar de o ter procurado ou pensado. É um presente.

4. Receba-o e torne-se o símbolo
Receba e registe com todos os seus sentidos o que lhe foi oferecido (receba-o na 1ª posição perceptiva). Torne-se, por assim dizer, o presente, e registe as características, registe-o com todas as suas modalidades sensoriais. Como sente, como se movimenta, o que pensa, cheira e prova? Como é “ser como um presente” (2ª posição perceptiva)?

5. Relação com o objectivo e informação do símbolo
Investigue a relação entre a sua primeira pergunta ou objectivo e a informação de ser “como um presente” (3ª posição perceptiva). Que próximo(s) passo(s) lhe oferece, como resposta, à pergunta ou objectivo do passo 1? Dê este “presente” a si-mesmo.

6. Empregue o presente no futuro
Receba este presente que subitamente encontrou (1ª posição) e volte-se para o futuro. Como é que o vai utilizar no futuro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *